A310 da Sata já foi desmantelado em Beja
Publicado | 2020-08-23 12:11:18
 
O Airbus A310 da SATA, que estava estacionado na placa Terminal Civil Aeronáutico de Beja (TCB), já foi desmantelado.
 

A operação desmantelamento esteve a cargo da Unidade de Beja da AmbiGroup Resíduos e foi dada como concluída três dias.


De acordo com o JN, o desmantelamento da aeronave começou com a retirada dos fluidos hidráulicos e o combustível que aeronave tinha nos depósitos. Depois foi a desmontagem das partes móveis e interiores, como "flaps", "ailerons", assentos, bagageiras, tapeçaria, vidros e "cockpit".


O jornal descreve ainda que a cauda da aeronave, onde se encontrava o símbolo da companhia aérea açoriana, foi a primeira deixar a fuselagem. Depois as potentes "maxilas" da máquina de corte começaram a rasgar as entranhas do aparelho e os bocados começaram a ser transportados para o Parque Ambiental da AMALGA, a cerca de 10 quilómetros de Beja, para serem picados e reciclados.


"A operação correu dentro do esperado, tendo existido cuidados redobrados uma vez que a aeronave estava junto às instalações Terminal, e foi importante minimizar todos os possíveis danos no pavimento", disse ao JN fonte da AmbiGroup.


Esta aeronave foi aeronave foi adquirida à SATA por uma empresa que lhe retirou os dois reatores e “abandonou” a carcaça na placa do TCB.


Em abril de 2019, o A310 chegou a ser mudado para as placas da BA11, mas, voltou ao Terminal, onde ainda se encontrava quando foi desmantelado.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
25 25
16 15
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda