Suspensão voluntária de colheita nocturna nos olivais
Publicado | 2020-07-06 04:28:48
 
A Olivum, CAP, CONFAGRI e Casa do Azeite selam acordo para a suspensão voluntária e temporária da colheita nocturna mecanizada de azeitona com efeitos imediatos.
 

Segundo comunicado de imprensa conjunto “O reconhecimento por parte das associações signatárias da necessidade desta recomendação prende-se com o potencial risco de impacto negativo na avifauna presente no olival.”

As quatro associações consideram importante o aprofundamento de um estudo científico que permita conhecer com rigor e de forma detalhada os impactos da colheita nocturna, bem como identificar as medidas e recomendações de salvaguarda da avifauna.

“O sector é o principal interessado em garantir a preservação dos ecossistemas locais e a salutar convivência entre agricultura e meio ambiente, uma vez que ambos coexistem de forma indissociável”, salienta Gonçalo Almeida Simões, director executivo da Olivum, Associação de Olivicultores do Sul.

“A Olivum sublinha a necessidade de extrema ponderação e reflexão sobre o tema sob pena de poder vir a ser colocada em causa a competitividade do azeite português no mercado internacional e a garantia da excelente qualidade do azeite produzido em Portugal, nomeadamente do azeite virgem extra”, afirma o director executivo da Olivum.

Por fim o comunicado dos produtores de azeite salienta que “O sector da produção de azeite tem-se revelado de grande relevância para a economia nacional, nomeadamente através da sua vertente exportadora, resistindo à crise provocada pela Covid-19 sem recurso a despedimentos ou lay-off".

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
36 37
21 18
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda