Festas de Moura 2020, só com parte religiosa
Publicado | 2020-07-01 04:59:07
 
Como já tínhamos adiantado, a organização da Festa de Moura 2020 está em causa, tendo havido, por parte do presidente da Mesa Assembleia Geral, José Chaparro, declarações ao encontro do cancelamento da mesma, salvo parte religiosa. A Planície entrevistou o padre José Manuel Guerreiro, da Paróquia de Moura, e João Cortez, elemento da Associação Cultural em Honra de Nossa Senhora do Carmo.
 

Tendo em atenção a situação pandémica que atravessamos, questionámos o padre José Manuel sobre que moldes vamos ter as festividades religiosas deste ano com as condicionantes todas que esta pandemia exige. “de facto esta pandemia trouxe-nos alguns condicionalismos, mas também nos obriga a ser criativos. Na parte religiosa, em princípio, vamos realizar tudo aquilo que é o normal, dentro do que nos é permitido. As celebrações são nos dias e horas habituais, simplesmente num dia haverá mais que uma missa. A igreja do Carmo, neste momento, apenas tem capacidade para 100 a 120 pessoas”.

No que se refere às procissões, o pároco sublinhou que “na 5ª feira, dia 16 de Julho, não é possível realizá-la. Domingo dia 19, estamos a pensar fazer nos mesmos moldes da procissão de Maio, com uma volta mais pequena. A imagem é maior, é vestida e não pode andar ao vento”.

Em relação à tradicional procissão das velas, o padre José Manuel referiu que “no dia 16 de Julho é a noite da luz, a noite em que se faz a procissão das velas, que vai aos bairros e que este ano calhava ao Bairro do Sete e Meio.

Como não é possível fazê-la, pensamos simbolizar essa noite através de velas. Chamámos a esta iniciativa Vamos Iluminar o Manto da Mãe Santíssima do Carmo. Mandámos fazer umas velas próprias para exterior para que cada pessoa, individualmente ou em família possa adquirir e depois na noite de dia 16, alguém da organização irá colocar a vela no Carmo. Vamos pedir que cada pessoa nos diga que nome quer colocar. O objectivo é que as pessoas não se dirijam ao Largo do Carmo, porque vai estar vedado até às 22horas. Podem ver através das redes sociais, onde será transmitido. A Associação Cultural em Honra de Nª Srª do Carmo associou-se a esta nossa iniciativa e assim, as velas podem ser adquiridas ou no Centro Paroquial ou na Associação.”

Por seu lado, João Cortez, da Associação Cultural em Honra em Honra de Nossa Senhora do Carmo, em relação ao facto de ainda poder existir alguma forma de, pelo menos marcar a data da Festa, salientou que “o nosso objectivo era fazer a festa ainda este ano. Na passada 6ª feira, dia 26 de Junho, em que tivemos mais uma reunião com a Câmara Municipal de Moura, foi-nos dito que é impensável fazer seja o que for a nível de festividades. A pandemia não acalmou, antes pelo contrário. Temos que ser minimamente conscientes e decidimos que não iriamos avançar com qualquer parte festiva.”

João Cortez adiantou ainda que “dedicámo-nos à parte religiosa, no pouco que nós conseguimos contribuir. Estaremos na procissão, de modo responsável. É o que podemos fazer. Só nos resta esperar. Quando nos disserem que podemos avançar, seja com o mercado, ou qualquer tipo de festa, avançamos. Mas Festa em Honra de Nossa Senhora do Carmo, em si, estamos completamente limitados e não conseguimos fazer nada.”

Grande parte do grupo que compõe a Associação Cultural em Honra de Nª Srª do Carmo, vai manter-se para o próximo ano para realizar a Festa de Moura 2021.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
36 37
21 18
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda