Covid-19 - Morreu idoso infectado no lar em Reguengos de Monsaraz
Publicado | 2020-06-25 06:03:30
 
É a primeira morte registada entre os utentes do lar desde que foram conhecidos casos de covid-19 no local.
 

"Infelizmente aconteceu ontem [quarta-feira], ao final do dia, uma fatalidade com o falecimento de um idoso que se encontrava no lar" e que já anteriormente tinha "testado positivo" para a covid-19, revelou hoje o município, em comunicado, enviando "sentidas condolências" à família e aos amigos.

Esta é a primeira morte registada entre os utentes do lar de Reguengos de Monsaraz, no distrito de Évora, desde que foram conhecidos casos de covid-19 neste equipamento.

"O idoso morreu no lar com acompanhamento de médicos do centro de saúde", relatou hoje à agência Lusa o presidente da câmara, José Calixto, dizendo desconhecer a idade da vítima.

Segundo a autarquia, no total, há registo no concelho de "122 casos positivos acumulados" da doença provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, "oito dos quais curados e 114 ativos".

Do total de casos ativos, foram já detetados 22 casos na comunidade e 92 dizem respeito ao lar da Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva (FMIVPS), onde surgiu o foco da doença, há precisamente uma semana, com 70 utentes e 22 trabalhadores infetados, atualizou hoje a autarquia.

No Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE), estão internados quatro utentes do lar, um dos quais em cuidados intensivos, e um profissional da mesma instituição de apoio à terceira idade.

"Os restantes profissionais positivos estão a recuperar nas suas residências", explicou a câmara, indicando que os oito utentes do lar que "tiveram um segundo teste negativo foram transferidos para um equipamento de primeira linha" na cidade, na quarta-feira à tarde.

De acordo com a câmara, outros cinco idosos foram "temporariamente para a residência de familiares", enquanto os utentes que estão infetados com covid-19 permanecem no lar.

A nova Área Dedicada Covid-19 de Reguengos de Monsaraz, instalada nos Pavilhões Multiusos de Parque de Feiras e Exposições, já iniciou a atividade.

"Continuaremos testes na comunidade de acordo com as decisões da Autoridade de Saúde Pública, sendo previsível a intensificação da cadência de testagem", realçou.

A câmara referiu ainda, no mesmo comunicado, que o total de casos registado no concelho verifica-se "num universo de cerca de 700 testes" já realizados, sendo conhecidos os resultados de "mais de 250 testes".

Na passada quinta-feira, foi detetado o primeiro caso positivo de covid-19 no lar da Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva, o de uma utente que foi de imediato internada no hospital de Évora, tendo sido iniciada nesse dia a testagem a todos os funcionários e utentes da instituição e, posteriormente, à comunidade.

Serviços do município, escolas, creches e jardins-de-infância locais, atividades de apoio à família e alguns estabelecimentos comerciais foram encerrados na cidade, tendo igualmente diversos lares em concelhos vizinhos de Reguengos de Monsaraz voltado a suspender as visitas aos seus utentes, como medida preventiva.

Lusa


 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
41 33
17 15
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda