Combate ao analfabetismo no Baixo Alentejo
Publicado | 2020-06-10 16:41:17
 
A Associação Portuguesa de Educação e Formação de Adultos (APEFA), tem como grande prioridade o combate ao analfabetismo no Baixo Alentejo e Algarve, duas regiões que apresentam uma elevada taxa de analfabetismo, acima da média nacional.
 

Recordamos que, segundo os dados do Censos 2011 serão cerca de 50 mil habitantes no Alentejo não sabem ler nem escrever, apesar de uma queda abrupta na última década – de 17,45% para 10% - o Baixo Alentejo continua a ser a região portuguesa com maior taxa de analfabetismo.

Para a APEFA, urge criar políticas públicas de educação e de formação de adultos, que abranjam todas as idades e áreas, considerando que "Ajudar a aprender a ler e escrever é um passo contra as injustiças com estas pessoas, pois está, e continuará indefeso quem não consegue ler e escrever".

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
32 35
15 14
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda