Investimento de 300 milhões em centrais solares no Alentejo
Publicado | 2020-06-07 09:02:15
 
A Akuo, empresa francesa, prevê um investimento até 300 milhões de euros na construção de três centrais solares no Alentejo que conseguiu nos primeiros leilões solares que foram realizados em Portugal no ano passado.
 

João Macedo, director-geral da subsidiaria portuguesa, avança em entrevista ao Jornal Económico que este passo marca a entrada da empresa em Portugal e prevê que as três centrais estejam prontas para arrancar com a produção em 2022. O grupo que vai entrar em Portugal com este negócio foi o grande vencedor dos leilões realizados no ano passado ao ganhar um total de potência de 370MW.

Haverá outra ronda de leilões solares a partir de Junho, a segunda ronda vai permitir licitar capacidade de armazenamento e uma capacidade disponível de 700MW concentrada no Alentejo e Algarve, sendo que na primeira ronda os lotes estavam dispersos por todo o país.

O concurso lançado em junho de 2019 do ano passado contou com mais de 64 interessados e um recorde ao alcançar o preço mais baixo de sempre num dos lotes: 14,70 euros por megawatt/hora (MWh).

Mariana Barros Cardoso

Recordamos que a central Solar Fotovoltaica de Amareleja, uma das maiores do mundo, localizada no concelho de Moura, começou a funcionar em Março de 2008 e representou um investimento perto de 237,6 milhões de euros.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 19
13 11
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda