Covid-19 – O Alentejo aumentou o desemprego em 57,5%
Publicado | 2020-05-10 09:07:23
 
Segundo divulgou o Instituto Nacional de Estatística (INE) a região do Alentejo, a par do Algarve, foi a que sofreu um maior aumento do número de desempregados por mil habitantes durante o mês de Março em relação ao mesmo período homologo do ano passado.
 

O aumento no Algarve atingiu 152,5%, enquanto no Alentejo foi de 57,5%, de acordo com o boletim informativo do INE relativo ao impacto socioeconómico da pandemia da covid-19.

A mesma informação do INE adianta que dos 123 municípios do continente em que o número de desempregados inscritos nos centros de emprego aumentou durante Março deste ano, 35 deles, situados no Alentejo e Algarve, dobraram o número em relação ao mesmo período do ano anterior.

Actualmente a média nacional de novos desempregados entre os 15 e 64 anos por mil habitantes situou-se nos 8,2, mas no Algarve a média foi quase o dobro (16) e no Alentejo chegou a 10,5.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 19
13 11
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda