Covid-19 - ULSBA retoma as consultas, exames, cirurgias e outros actos clínicos
Publicado | 2020-05-07 02:29:31
 
O Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) “está a retomar, de forma gradual e progressiva, a actividade programada (consultas, exames, cirurgias e outros actos clínicos) que estavam suspensos na sequência da pandemia por Covid-19, mantendo a resposta e a capacidade de atendimento em segurança de todos os doentes e profissionais.” Informou em nota de imprensa.
 

Segundo a ULSBA o regresso à actividade regular implica “a implementação de várias medidas e procedimentos para garantir a segurança dos utentes e profissionais de saúde, dependendo o sucesso das mesmas da colaboração dos cidadãos.”

Assim “É essencial a promoção do distanciamento entre pessoas nos espaços e salas de espera, através da redução do número de lugares, no Hospital e nos Centros de Saúde da ULSBA.

Face ao menor número de lugares sentados, os utentes deverão cumprir com rigor o horário marcado para a realização da sua consulta ou exame complementar e deverão deslocar-se às unidades de saúde apenas com 5 ou 10 minutos de antecedência, uma vez que o número de pessoas na sala de espera é limitado.

Nestas situações, pedimos a todos os utentes que apenas se façam acompanhar se for estritamente necessário e apenas por uma pessoa. Para impedir aglomerados, os utentes ou acompanhantes poderão ter de permanecer no exterior do edifício e, neste caso, deverão estar atentos e aguardarem que os chamem.”

Por outro lado, informa que “Outra medida importante para garantia da segurança de todos, e cumprindo as orientações da Direcção-Geral da Saúde, é o uso de máscara de protecção à entrada dos edifícios da ULSBA, ou seja, no Hospital, Serviços de Urgência Básica de Castro Verde e Moura, Centro de Diagnóstico Pneumológico e nos Centros de Saúde.”

Neste retomar da normalidade, “reforçamos que deverão continuar a ser privilegiados os canais alternativos de contacto (email e telefone) entre as equipas de saúde e os utentes, devendo as idas às unidades de saúde ser reduzidas para atos que não possam ser resolvidos sem ser presencialmente.”

Aos dadores de sangue, “informamos que o Serviço de Imunohemoterapia disponibiliza a possibilidade de agendar a dádiva, com dia e hora definidos, de forma a evitar aglomeração de pessoas.”

Por último faz um apelo aos utentes que se encontrem sob medidas de vigilância e confinamento no domicílio, impostas pela autoridade de saúde pública, que respeitem essa medida.

Nesta fase continuam suspensas as visitas e acompanhantes nos serviços de internamento. 

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
25 30
15 14
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda