Covid-19 - 6% das empresas do alojamento e restauração encerraram
Publicado | 2020-04-23 01:53:24
 
O sector do alojamento e restauração está a ser um dos mais penalizados pela pandemia. O alojamento e restauração está a pagar uma factura pesada por conta do novo coronavírus.
 

De acordo com um relatório do INE e do Banco de Portugal dirigido às empresas, “6% das firmas deste sector anunciaram o encerramento definitivo, enquanto 56% estão encerradas temporariamente e 38% estão em funcionamento.”

"Por sector, a percentagem de empresas encerradas (temporariamente e definitivamente) é mais elevada no Alojamento e restauração. No encerramento definitivo, as restrições no contexto do estado de emergência e a ausência de encomendas/clientes mantiveram-se como motivos com muito impacto referidos pela quase totalidade das empresas", pode ler-se no relatório.

Os resultados do inquérito excepcional dirigido às empresas, por causa da crise do novo coronavírus, revelam que a percentagem de empresas que sofreu uma redução do volume de negócios por causa da pandemia mantém-se num nível elevado, cerca de 80%, na semana entre 13 e 17 de Abril.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 19
13 11
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda