Balanço do projecto PAYT - Moura está a reciclar mais
Publicado | 2020-03-13 04:44:43
 
No início do ano arrancaram a experiências piloto para a implementação de um sistema de recolha porta a porta de resíduos para mais de 7000 habitantes, em Barrancos, Mértola, Moura, Ourique e Serpa.
 
Num primeiro balanço desta implementação, Pedro Sobral da Resialentejo refere que “o projecto iniciou-se em cinco concelhos no inicio deste ano e até à data temos conseguido incrementar bastante os recicláveis que recolhemos. Nestes cinco concelhos aumentámos para cerca de 20 toneladas de plástico/metal, representando um acréscimo de 66% em relação ao período homólogo, e recolheram cerca de 103 toneladas de papel/cartão, mais 19% que em 2019.”
“O concelho de Moura, sendo um dos maiores projectos em termos de dimensão no número de habitantes e de fogos teve um incremento mais substantivo que nos outros. Passamos a ter cerca de 7 toneladas de plástico e metal, é um aumento de praticamente 100%. No papel e cartão que já existia recolha, houve um aumento de 44%, passamos a recolher 9 toneladas.
O projecto começa a dar os seus frutos.” Afirmou Pedro Sobral da Resialentejo.
Assim, e ao fim de 2 meses, o balanço é bastante positivo quer ao nível do incremento da quantidade de recicláveis recolhidos e quer ao nível da adesão dos munícipes. 

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 17
6 9
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda