Balanço do projecto PAYT - Moura está a reciclar mais
Publicado | 2020-03-13 04:44:43
 
No início do ano arrancaram a experiências piloto para a implementação de um sistema de recolha porta a porta de resíduos para mais de 7000 habitantes, em Barrancos, Mértola, Moura, Ourique e Serpa.
 
Num primeiro balanço desta implementação, Pedro Sobral da Resialentejo refere que “o projecto iniciou-se em cinco concelhos no inicio deste ano e até à data temos conseguido incrementar bastante os recicláveis que recolhemos. Nestes cinco concelhos aumentámos para cerca de 20 toneladas de plástico/metal, representando um acréscimo de 66% em relação ao período homólogo, e recolheram cerca de 103 toneladas de papel/cartão, mais 19% que em 2019.”
“O concelho de Moura, sendo um dos maiores projectos em termos de dimensão no número de habitantes e de fogos teve um incremento mais substantivo que nos outros. Passamos a ter cerca de 7 toneladas de plástico e metal, é um aumento de praticamente 100%. No papel e cartão que já existia recolha, houve um aumento de 44%, passamos a recolher 9 toneladas.
O projecto começa a dar os seus frutos.” Afirmou Pedro Sobral da Resialentejo.
Assim, e ao fim de 2 meses, o balanço é bastante positivo quer ao nível do incremento da quantidade de recicláveis recolhidos e quer ao nível da adesão dos munícipes. 

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
38 38
20 17
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda