COVID-19 – Farmacêuticos preparados para orientar casos suspeitos
Publicado | 2020-03-10 04:27:58
 
As farmácias estão a prestar aos portugueses, em todo o território, aconselhamento especializado para fazerem face ao surto epidémico de COVID-19.
 
A Associação Nacional das Farmácias (ANF) fez chegar às 2.750 farmácias associadas informação científica sobre o vírus e as recomendações a prestar à população. 
A ANF já promoveu sessões de formação descentralizadas para preparar as equipas das farmácias. Todas as farmácias da rede da ANF receberam também documentação técnica, elaborada pelo Centro de Informação do Medicamento e Intervenções em Saúde, sobre a detecção precoce e o encaminhamento de casos suspeitos.
“A Associação tem feito um desenvolvimento de materiais de apoio aos nossos associados para que os mesmos estejam mais preparados no conhecimento deste assunto, e possam transmitir mais informações recentes aos utentes nas farmácias”, declara Lígia Garcia, gestora da Área de Literacia em Saúde do CEDIME.
“já foram preparadas sessões de informação com médicos, para explicar dados sobre este vírus e esta infecção. Há 2.750 farmácias a prestar o melhor aconselhamento aos seus utentes e dar uma resposta mais eficaz e tranquilizadora para gerir esta situação preocupante”, acrescenta a farmacêutica.
O Grupo ANF activou o seu próprio plano de contingência e está a apoiar as farmácias na implementação dos seus planos individuais.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
28 25
15 14
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda