Conselho de Administração da ULSBA responde a Sindicato dos Enfermeiros
Publicado | 2015-07-08 04:57:38
 
O Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, já reagiu ao comunicado emitido pelo Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, relativamente à suposta cedência de enfermeiros à Santa Casa da Misericórdia, no processo de transferência do Hospital de Serpa.
 
Assim o Conselho de Administração da ULSBA esclarece que a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, não cedeu no início do ano de 2015 ou no decurso do mesmo, nenhum enfermeiro do seu mapa de pessoal à Santa Casa da Misericórdia de Serpa.
O Conselho de Administração esclarece que no decorrente da transferência do Hospital de São Paulo, da ULSBA para a Santa Casa da Misericórdia de Serpa, os profissionais que à data de início do Acordo tinham um vínculo jurídico de Contrato Individual de Trabalho, nomeadamente Enfermeiros, Assistentes Operacionais e Assistentes Técnicos, ao abrigo da lei geral de trabalho, conforme dispõe a própria lei que enquadra a transferência do Hospital de São Paulo, passaram automaticamente com o estabelecimento para a responsabilidade contratual da Santa Casa.
A ULSBA garante que a estes profissionais foram garantidos todos os direitos laborais que tinham a 1 de Janeiro de 2015, tendo a Unidade Local de Saúde se limitado a cumprir a legislação em vigor.
Relativamente à abertura do processo de recrutamento e selecção para constituição de uma bolsa de enfermeiros, processo a que puderam concorrer todos os titulares de uma Licenciatura em Enfermagem, a ULSBA verificou que concorreram alguns enfermeiros que trabalham no Hospital de São Paulo, em Serpa.
Em Março e Abril foram admitidos 23 Enfermeiros para celebrar Contrato de Trabalho a Termo Indeterminado, para constituir uma equipa de enfermeiros para o novo Serviço de Internamento de Psiquiatria e para colmatar necessidades em Serviços vários da ULSBA.
A Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo esclarece ainda que nesta altura pretende recrutar 13 Enfermeiros para colmatar necessidades temporárias dos Serviços e por isso, recorrendo à bolsa de enfermeiros que constituiu, contactou enfermeiros do Hospital de São Paulo, em Serpa que integraram o processo de recrutamento anteriormente referido.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
29 30
11 12
 
 

Nome:

Email:

 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda