Turismo em Portugal atinge máximos históricos em 2019. Alentejo subiu 7,6%
Publicado | 2020-02-17 04:25:46
 
Portugal recebeu 27 milhões de hóspedes em 2019, mais 7,3% do que no ano anterior, e 69,9 milhões de dormidas (+4,1%), com o turismo interno (+7,5%) a crescer a um ritmo ligeiramente superior ao dos hóspedes estrangeiros (+7,1%), concorrendo para a consolidação da sustentabilidade do sector no País.
 
O Reino Unido continua a ser o principal mercado emissor para Portugal, representando uma quota de 19,2% nas dormidas de não residentes, com os hóspedes a crescer 5,9% e as dormidas com acréscimo de 1,5. Os mercados que mais cresceram, em 2019, foram os Estados Unidos da América (+20,2%) e a China (+16%).
Os resultados demonstram que os benefícios do turismo se estenderam a todo o país, com crescimentos mais significativos nas regiões Norte (+9,7% de dormidas), Alentejo (+7,6%) e Açores (+7,5%). 
Para a Secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, os dados divulgados hoje são “motivo de orgulho pelo trabalho feito por todos que revelam resultados, mais uma vez, históricos”. 
“O turismo em Portugal continua a crescer nas vertentes interna e internacional e a ritmo bastante superior ao crescimento da procura mundial. Os resultados também continuam a demonstrar uma clara tendência de diversificação de mercados, com crescimentos exponenciais nos EUA e na China”, referiu Rita Marques.
O sector emprega hoje mais de 400 mil pessoas, correspondente a 9% do total do emprego nacional. “O turismo em Portugal é, hoje, uma actividade que se estende por todo o território, ao longo de todo o ano, pelo que a atracção de recursos qualificados para esta actividade reveste uma prioridade”, sublinhou a Secretária de Estado.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 17
6 9
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda