Sindicato dos Enfermeiros Portugueses volta a criticar processo de transição do Hospital de Serpa para a Misericórdia
Publicado | 2015-07-07 04:47:22
 
O SEP - Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, voltou a criticar o Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, por supostamente, no início deste ano, ter cedido enfermeiros à Santa Casa da Misericórdia de Serpa, no âmbito do processo de entrega do Hospital de São Paulo à Misericórdia.
 
A estrutura sindical afirma que a ULSBA tinha a possibilidade de colocar estes enfermeiros em qualquer outra Unidade Local de Saúde, mas optou por abdicar destes profissionais em benefício da Santa Casa.
Edgar Santos do Sindicato dos Enfermeiros estranha que, passados seis meses, a ULSBA esteja agora a tentar contratar os enfermeiros que cedeu à Misericórdia, propondo-lhes um vínculo que considera precário, que tem por base um contrato por tempo determinado em regime de substituição.
O SEP alerta ainda para a carência de enfermeiros em algumas unidades da ULSBA, avançando que irá questionar a Administração da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, a Administração Regional de Saúde do Alentejo e o Ministério da Saúde sobre "a quem interessa esta gestão danosa".
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
37 38
21 18
 
 

Nome:

Email:

 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda