STAL esclarece que “nenhum trabalhador da autarquia de Moura necessita informar que vai participar na manifestação”
Publicado | 2020-01-30 12:52:00
 
O Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local e Regional, (STAL), vem em comunicado, esclarecer as questões levantadas relativamente à participação dos trabalhadores da Câmara Municipal de Moura na manifestação da Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública.
 

Vasco Santana da Direcção Regional de Beja do STAL, referiu à Planície que “em relação a esta informação que nós enviamos para os trabalhadores e para a Comunicação Social, é um esclarecimento muito simples e muito rápido.  Relativamente ao processo que foi realizado por parte do Sindicato, na perspectiva de os trabalhadores da Câmara de Moura poderem participar à semelhança de outros trabalhadores do Distrito de Beja e a nível nacional, para a manifestação que vai decorrer em Lisboa da Frente Comum da CGTP.”


O sindicalista adiantou que “foi solicitado à Câmara Municipal de Moura, ao abrigo das horas para realização de plenários, a dispensa dos trabalhadores interessados em participar na Manifestação Nacional da Frente Comum. No passado dia 28 de Janeiro, a DR Beja do STAL foi confrontada, durante o plenário que realizou na Câmara Municipal de Moura, com uma informação por parte da Câmara em que esta manifestava a sua intenção de não dispensar os trabalhadores, como tem feito nos últimos 15 anos, informando-os que, caso pretendessem participar na Manifestação, o poderiam fazer, requerendo uma dispensa por conta de um dia de férias, requerendo uma dispensa por conta de um dia de férias. Os trabalhadores desta autarquia não necessitariam de utilizar os seus dias de férias para participarem na Manifestação, uma vez que, foi emitido um Aviso Prévio de Greve por parte do STAL para o dia 31 de Janeiro, precisamente com o propósito de permitir a todos os trabalhadores das autarquias poderem participar na referida Manifestação, faltando justificadamente ao serviço, o qual foi enviado para a Câmara Municipal de Moura nesse mesmo dia.”


Fica assim esclarecido que nenhum trabalhador necessita de informar os recursos humanos de qualquer autarquia da sua intenção de participar na manifestação ou de faltar ao trabalho nesse dia por conta do período de férias.



 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
22 22
8 8
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda