Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica juntam-se à greve da Função Pública
Publicado | 2020-01-23 04:14:04
 
Os Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica (TSDT) juntam-se à greve, decretada para a função pública, e voltam a paralisar o Serviço Nacional de Saúde.
 
Análises clínicas, raio x, cardiologia, audiologia, farmácia, neurofisiologia e cirurgias programadas serão algumas das áreas afectadas por esta paralisação. O dia ficará ainda marcado pela adesão, destes profissionais, à manifestação nacional agendada, pelas 14h30, no Marquês do Pombal, em Lisboa. Na base desta greve está a defesa de aumentos salarias justos e a defesa dos serviços públicos. 
O dirigente sindical dos TSDT, Mário Machado, explicou que “está em causa a falta de compromisso do Governo em continuar as negociações. Houve um encerramento unilateral das negociações. Está em causa também toda a degradação do Serviço Nacional de Saúde.”
A greve está decretada entre as 00:00h e as 24 horas, do dia 31 de Janeiro, para o Continente e Açores, onde serão apenas assegurados os serviços mínimos previstos na lei.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
37 39
15 17
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda