Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica juntam-se à greve da Função Pública
Publicado | 2020-01-23 04:14:04
 
Os Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica (TSDT) juntam-se à greve, decretada para a função pública, e voltam a paralisar o Serviço Nacional de Saúde.
 
Análises clínicas, raio x, cardiologia, audiologia, farmácia, neurofisiologia e cirurgias programadas serão algumas das áreas afectadas por esta paralisação. O dia ficará ainda marcado pela adesão, destes profissionais, à manifestação nacional agendada, pelas 14h30, no Marquês do Pombal, em Lisboa. Na base desta greve está a defesa de aumentos salarias justos e a defesa dos serviços públicos. 
O dirigente sindical dos TSDT, Mário Machado, explicou que “está em causa a falta de compromisso do Governo em continuar as negociações. Houve um encerramento unilateral das negociações. Está em causa também toda a degradação do Serviço Nacional de Saúde.”
A greve está decretada entre as 00:00h e as 24 horas, do dia 31 de Janeiro, para o Continente e Açores, onde serão apenas assegurados os serviços mínimos previstos na lei.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
22 22
8 8
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda