ACCIONA deverá construir o Hospital Central do Alentejo
Publicado | 2020-01-22 04:33:01
 
O Hospital Central do Alentejo, deverá começar a ser construído em Évora já neste primeiro semestre de 2020, uma vez que já foi escolhida a empresa que cumpre todos os requisitos do caderno de encargos do concurso público internacional.
 
Das oito empresas que manifestaram interesse na construção do novo Hospital Central do Alentejo, em Évora, apenas a Acciona cumpriu todos os requisitos exigidos no concurso público lançado a 14 de Agosto de 2019. Decorrem agora os cinco dias para as empresas concorrentes se pronunciarem sobre a decisão.
Avaliado em 180 milhões de euros, com financiamento de 40 milhões de euros através de fundos europeus, o Hospital Central do Alentejo irá ocupar uma área de 1,9 hectares e terá uma lotação de 351 a 487 camas. A futura unidade hospitalar, há muito aguardada, têm uma área de influência de primeira linha que abrange 200 mil pessoas, e, numa segunda linha, mais de 500 mil pessoas. 

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
18 18
7 8
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda