Reabertura da antiga Moura Fábrica Solar - “Um passo importante para o concelho”
Publicado | 2019-12-20 04:19:24
 
Como já tínhamos noticiado, a empresa Lux Optimeyse Energy viu aprovada a sua candidatura para o relançamento da antiga Fábrica Solar de Moura, com um investimento total de 4.9 milhões de euros e que conta com um apoio do FEDER de 2.9M€.
 
Recordamos que a notícia foi avançada pela Planície no passado mês de Setembro, tendo na altura o deputado do PS, Pedro do Carmo, referido que os investidores ingleses tinham dado entrada na CCDR Alentejo ao projecto de financiamento para poder avançar com a reabertura da fábrica.
O político refere agora estar muito satisfeito com a aprovação da candidatura, “tal e qual como tinha anunciado, deu entrada na CCDRA, a candidatura de uma empresa para reabrir a fábrica em Moura. É com grande satisfação que soube que tinha sido aprovada. 
Não esqueço, porém, a atitude, o trabalho do município de Moura, nomeadamente o presidente Álvaro Azedo, que em conjunto não baixamos os braços no sentido de procurar investidores, de encontrar uma solução que fosse uma realidade.”
Por seu lado o edil mourense sublinha que “o que está em cima da mesa é um passo importante no âmbito deste processo de reinstalação da fábrica com um investidor consistente, com capacidade para construir um projecto com significado para o concelho.
Foi aprovada uma candidatura para o financiamento da actividade da empresa.
Este investidor quer muito fazer parte da vida do concelho de Moura.”
A Lux Optimeyse Energy, empresa internacional de capitais ingleses, de produção de componentes na área da energia, no início do próximo ano tornará público o projecto que tem para a fábrica localizada em Moura. 
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
21 20
12 11
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda