Prémio Economia Circular para o Projecto PlaCarvões
Publicado | 2019-12-11 04:27:20
 
O projecto PlaCarvões "De Plásticos a Carvões Activados – Economia circular nos plásticos agrícolas e urbanos", ganhou o Prémio Economia Circular nas Instituições Não Empresariais do Alentejo, atribuído pela Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo (ADRAL) e Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDRA).
 
Este Prémio visa disseminar e reconhecer ideias, projectos e iniciativas na área da sustentabilidade e da economia circular, implementados ou a implementar na Região Alentejo, com carácter inovador e diferenciador.
Este projecto desenvolvido em consórcio liderado pela EDIA, com a Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central, (CIMAC); a empresa Gestão Ambiental e de Resíduos, EIM, (GESAMB), e a Universidade de Évora, financiado pelo Fundo Ambiental, foi igualmente nomeado por um júri independente na categoria de Sustentabilidade dos Prémios Notáveis Agro Santander, dedicados a homenagear os empresários agrícolas que se distinguem nos domínios da Exportação, Sustentabilidade, Inovação e Empreendedorismo, uma iniciativa do Banco Santander que tem como media partner o Global Media Group. 
O consórcio PlaCarvões, atento aos problemas emergentes provocados pelos plásticos de uso único, quer na agricultura, quer no circuito urbano e ainda pela contaminação orgânica dos mesmos, desenvolveu estratégias que contribuem para a sua redução, transformando estes resíduos sujos e de mistura, em carvões activados. Desta forma transforma-se um resíduo num produto, o carvão activado, que é muito valorizado no mercado internacional. 
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
13 14
7 6
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda