Distrito de Beja em 3º lugar na criação de empresas agroalimentares
Publicado | 2019-12-04 05:02:21
 
No ano de 2018, o sector agroalimentar nacional gerou volume de negócios de 18 mil milhões de euros, segundo dados do relatório de análise sectorial divulgado pela Iberinform.
 
Com um contributo muito relevante para a estratégia económica nacional, o sector agroalimentar representou 5,2% do total de exportações do país, em valor.
O relatório refere ainda que o setor agroalimentar nacional era composto, no final do ano transacto, por 24.607 empresas, 70% das quais microempresas com uma média de três empregados e um volume médio de vendas de 128 mil euros. 
O sector registou um aumento de 10% no número de insolvências até final de Agosto face ao mesmo período do ano passado. No entanto, segundo a Vida Rural, o agroalimentar continua a cativar novos investimentos e nos primeiros oito meses deste ano já foram constituídas 1.145 novas empresas, um aumento homólogo de 13%. Lisboa (13%), Porto (10%) e Beja (9%), são os distritos com maior número de empresas agroalimentares, mas enquanto as áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto agregam companhias dedicadas à indústria, os distritos de Beja e Évora são responsáveis pela componente agrícola.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
21 20
12 11
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda