Trabalhadores não docentes vão fazer greve nacional
Publicado | 2019-11-14 04:39:00
 
Os funcionários das escolas vão protestar contra a falta de pessoal que está a causar problemas no funcionamento de vários estabelecimentos de ensino.
 
A Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais convocou, uma greve dos trabalhadores não docentes da educação pública para o dia 29 de Novembro.
O presidente da Federação, Artur Sequeira, explicou à Planície que “esta  é mais uma greve que os trabalhadores estão a fazer para reclamar a entrada de mais funcionários nas escolas, considerando que os que lá estão são insuficientes. Muitas greves têm vindo a ser feitas a nível regional e agora decidiu-se fazer uma nacional.”
O sindicalista referiu ainda que “em causa está o fim da precariedade e a integração dos actuais trabalhadores precários; a  contratação imediata de mais 6000 trabalhadores para os quadros; uma nova Portaria de Rácios e dignificação salarial e funcional; uma Escola Pública Universal e Inclusiva e de qualidade.”
No próximo dia 29 deste mês vai realizar-se uma greve nacional dos trabalhadores não docentes, o que pode levar ao encerramento das escolas.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
16 16
11 11
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda