Trabalhadores não docentes vão fazer greve nacional
Publicado | 2019-11-14 04:39:00
 
Os funcionários das escolas vão protestar contra a falta de pessoal que está a causar problemas no funcionamento de vários estabelecimentos de ensino.
 
A Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais convocou, uma greve dos trabalhadores não docentes da educação pública para o dia 29 de Novembro.
O presidente da Federação, Artur Sequeira, explicou à Planície que “esta  é mais uma greve que os trabalhadores estão a fazer para reclamar a entrada de mais funcionários nas escolas, considerando que os que lá estão são insuficientes. Muitas greves têm vindo a ser feitas a nível regional e agora decidiu-se fazer uma nacional.”
O sindicalista referiu ainda que “em causa está o fim da precariedade e a integração dos actuais trabalhadores precários; a  contratação imediata de mais 6000 trabalhadores para os quadros; uma nova Portaria de Rácios e dignificação salarial e funcional; uma Escola Pública Universal e Inclusiva e de qualidade.”
No próximo dia 29 deste mês vai realizar-se uma greve nacional dos trabalhadores não docentes, o que pode levar ao encerramento das escolas.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
16 12
8 5
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda