Câmara de Beja reage ao possível encerramento do Laboratório de Saúde Publica
Publicado | 2015-06-29 04:42:27
 
A Câmara Municipal de Beja tornou pública a sua posição relativamente ao possível fecho do Laboratório de Saúde Publica de Beja.
 
A autarquia refere que se está perante mais uma tentativa de encerrar serviços públicos, questionando se objectivo passará por privatiza-los. A Câmara de Beja chama a atenção para a importância do Polo de Beja do Laboratório de Saúde Pública, nomeadamente ao nível das necessidades na área de análises de água para consumo humano, balnear, unidades hoteleiras, pesquisa de Tuberculose no distrito, rastreios vários, análises clinicas de Hematologia, Bioquímica, Imunologia e Bacteriologia e análises clinicas de urgência para o SAP do Centro de Saúde de Beja.
O Município considera estranho que numa altura em que se pretende municipalizar serviços em diversas áreas, nomeadamente na saúde, o Governo não tenha procurado ouvir a opinião da autarquia bejense sobre este caso.
O Executivo liderado por João Rocha considera que decisões como esta, de liquidação de serviços no interior têm efeitos negativos, representando mais um contributo para a desertificação.
Refira-se que no que toca ao Pólo do Laboratório de Saúde Publica em Beja, verificou-se que o mesmo deu resposta a cerca de seis mil utentes, tendo realizado cerca de quarenta mil parâmetros por ano.
A Câmara Municipal de Beja garante que tudo fará, junto das entidades com responsabilidade, para evitar mais este encerramento que por consequência irá obrigar à deslocação das pessoas, serviços e empresas do distrito para outra região.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
39 37
19 19
 
 

Nome:

Email:

 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda