O PEV quer fim de apoios públicos a culturas super intensivas
Publicado | 2019-11-05 04:38:08
 
O Partido Ecologista Os Verdes entregou na Assembleia da República um Projecto de Resolução que recomenda ao governo que as culturas agrícolas permanentes super intensivas não sejam beneficiárias de apoios da PAC – 1º e 2º pilar.
 
Segundo a nota de imprensa enviada à nossa redacção, na “perspectiva de Os Verdes as alterações climáticas exigem-nos medidas eficazes, que não acrescentem vulnerabilidades às já existentes no nosso território, assumindo que a dimensão económica não se pode sobrepor, especialmente a qualquer preço, à dimensão ambiental dos processos de desenvolvimento.
Ora, as culturas agrícolas permanentes super intensivas são bem um exemplo de como a visão económica de curto prazo pode comprometer a segurança ambiental, também ela com repercussões bastante fortes de âmbito social e económico, de médio e longo prazo.”
O PEV entregou também um  Projecto de Lei que determina a existência de distâncias mínimas entre os limites das culturas agrícolas permanentes super intensivas e os núcleos populacionais

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
17 15
10 7
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda