Lançado concurso público internacional para novo terminal de Sines
Publicado | 2019-10-16 04:51:07
 
O concurso público internacional para a concessão do novo terminal de contentores no Porto de Sines foi publicado no Diário da República. O futuro terminal Vasco da Gama canalizará um investimento de 642 milhões de euros.
 
O concurso público internacional para a concessão, em regime de serviço público, do terminal Vasco da Gama, incluindo o seu projecto, construção e exploração, tem um prazo de apresentação de propostas de 9 meses, prevendo-se a adjudicação no último trimestre de 2020 e início da obra, com uma duração aproximada de três anos, em 2021.
O novo terminal terá uma capacidade de movimentação anual de 3,5 milhões de TEU (Unidade Equivalente a Vinte Pés - unidade de medida da carga contentorizada) e um cais com um comprimento de 1375 m com 3 posições de acostagem simultânea, que lhe permitirá á receber os maiores navios do mundo (400 m comprimento, 60 m boca e capacidade 24 000 TEU). 
No total, o novo terminal Vasco da Gama representará um investimento estimado em cerca de 642 milhões de euros, com 225 milhões aplicados em equipamentos e 417 milhões em infraestruturas. 
Para este montante de investimento estimado, o Estudo Económico-Financeiro considera um prazo de concessão de 50 anos.
Estima-se que a construção do terminal Vasco da Gama gere um impacto económico total de 524 milhões de euros, representando 0,28% do Produto Interno Bruto e 0,33% do Valor Acrescentado Bruto português e que crie 1 350 postos de trabalho directos na fase de exploração.
O terminal Vasco da Gama será construído e financiado exclusivamente por fundos privados através da concessionária que vier a ser seleccionada no âmbito do procedimento de contratação pública internacional, incluindo a assunção de todos os riscos associados, concretizando o modelo de gestão portuária do tipo landlord port aplicável ao sistema portuário nacional e recomendado pela Comissão Europeia e pela OCDE. 
No dia 12 de Outubro, a Administração dos Portos de Sines e do Algarve e a empresa Autoridade dos Portos de Singapura (PSA) assinaram, em Oeiras, um aditamento ao contrato de concessão do Terminal XXI (terminal de contentores já existente).
Este aditamento permite a realização de novos investimentos de expansão do cais e redimensionamento e modernização desta infraestrutura. Com este acordo, a PSA irá investir 660,9 milhões de euros no Terminal XXI nos próximos 20 anos da concessão.
Os dois processos em conjunto desbloqueiam um investimento superior a 1,3 mil milhões de euros no Porto de Sines, constituindo o maior investimento privado de sempre no sector.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
15 17
10 10
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda