Produção média anual de azeitona no Alentejo deve aumentar nos próximos anos
Publicado | 2019-10-09 05:14:34
 
Segundo a Agroges a área de olivais de azeitona para azeite, em Portugal, ao longo dos últimos 20 anos, cresceu, em média, à taxa de 0,2% ao ano.
 
Na região do Alentejo, esse crescimento foi de 1,1%/ano. Entre 2010 e 2018, o crescimento de área no Alentejo foi de 7%, beneficiando do desenvolvimento das infra-estruturas de Alqueva, tendo crescido 5% em termos nacionais.
Assim, tudo indica que o Alentejo vai continuar a liderar a produção de azeitona e de azeite. “A expansão da área de olival em Portugal ao logo dos últimos anos tem ocorrido essencialmente na região de Alqueva, com recurso ao regadio e à instalação de sistemas de olival intensivo e em sebe (olival super-intensivo)”, refere a  AgroGes. 
E salienta que o volume de produção de azeitona tem seguido a tendência do aumento das áreas de olival e da sua produtividade, tendo sido alcançados máximos dos últimos 20 anos em 2017 (858 mil toneladas em Portugal e 540 toneladas no Alentejo).
Estes valores resultam de taxas de crescimento médio anual de 6%/ano em termos nacionais e de 11%/ano na região do Alentejo.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
15 17
6 7
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda