Importações no sector agroalimentar substituídas por produção nacional
Publicado | 2019-09-12 04:37:49
 
As exportações no sector agroalimentar cresceram mais do que as importações nos primeiros 7 meses de 2019. Os dados ontem divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística revelam que as exportações aumentaram 3,1% relativamente ao período homólogo, um valor que fica 0,6% acima do crescimento de 2,5% das importações.
 
“Estamos a vender mais do que compramos ao exterior, o que significa que estamos menos dependentes, aumentámos a nossa capacidade de auto aprovisionamento e estamos a substituir importações por produção nacional”, explica o Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Medeiros Vieira,  que considera “este dado muito positivo”.
Para esta performance, contribuíram as exportações do sector hortofrutícola que, até ao mês de Julho, ultrapassaram já os 900 milhões de euros, valor que corresponde a um crescimento de 11% face ao período homólogo. Neste sector, há a destacar a produção da floricultura (+23%), dos pequenos frutos (+22%), dos produtos hortícolas (+21,2%) e das frutas (+12,3%).
“A exemplo do que sucedeu nos últimos anos, em 2019 o sector hortofrutícola está a registar um desempenho notável, especialmente ao nível das exportações”, acrescenta Luís Medeiros Vieira, salientando que “o sector agroalimentar português está a produzir mais e melhor, de forma sustentável e a exportar mais, numa dinâmica que corresponde à aposta que o Governo implementou na internacionalização da economia”.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
30 29
18 17
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda