PCP de Moura condena «comportamento oportunista» do PS
Publicado | 2015-06-19 04:52:37
 
No seguimento da notícia, já divulgada pela Rádio Planície, relativamente à Moura Fábrica Solar e à implementação do horário concentrado, onde foram também sendo conhecidas as posições da Câmara Municipal e Moura e da União de Freguesias de Moura e Santo Amador, agora é a vez da Comissão Concelhia de Moura do PCP, reagir ao comunicado divulgado pela União de Freguesias.
 
O PCP diz que o referido comunicado falsificou a luta dos trabalhadores na MFS. O PCP relembra ainda que o PS está agora preocupado com o futuro da MFS, quando há mais de uma década combateu, nos órgãos municipais, o projecto de energia solar fotovoltaico, no concelho de Moura. Relembrando os comunistas que o projecto foi idealizado, dinamizado, acompanhado e sempre defendido pela Câmara Municipal de Moura, de maioria CDU, que no caso da fábrica de assemblagem de painéis garantiu, pelo menos até 2018, mais de uma centena de postos de trabalho.
Em declarações à Rádio Planície Ana Farinho, da Concelhia de Moura do PCP, considera que o PS está a tentar fazer um aproveitamento político desta situação, tentando denegrir a acção do sindicato e do PCP.
O PCP exige ainda a criação de mais postos de trabalho e a consolidação da Moura Fábrica Solar.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
24 28
12 12
 
 

Nome:

Email:

 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda