Exposição Articulações, de Eduardo Freitas, está patente em Beja
Publicado | 2019-08-27 04:57:37
 
Está em exibição até ao próximo dia 1 de Outubro, a exposição “Articulações” da autoria de Eduardo Freitas, que apresenta o resultado da primeira residência artística no Centro Unesco para a Salvaguarda do Património Imaterial em Beja.
 
Na anatomia a articulação é uma conexão natural entre os ossos que permite o movimento do corpo.
Foi a partir deste conceito que o artista Eduardo Freitas deu corpo aos seus trabalhos de criação nesta exposição. Nesta mostra, resultado de uma residência artística realizada no Centro Unesco Beja, Eduardo Freitas propõe uma articulação conceitual entre a arte contemporânea e o artesanato tradicional, numa espécie de  ligação entre as suas técnicas e o saber-fazer dos mestres da região. 
Nesta interação, foram explorados saberes advindos da olaria, a cerâmica, o desenho, a arte sonora, a gastronomia; linguagens que foram associadas aos elementos da cultura local, como as expressões populares, a memória, o património imaterial e, sobretudo, as relações interpessoais com a comunidade bejense.
Esta exposição encontra-se inserida no projecto 1234REDES.CON resultante de uma colaboração entre sete instituições espanholas e portuguesas e co-financiada pelo FEDER através do programa INTERREG V-A Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
12 13
5 3
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda