A CAP do Agrupamento de Escolas de Moura já tomou posse
Publicado | 2019-08-02 04:07:14
 
A agregação do Agrupamento de Escolas de Moura e a Escola Secundária de Moura, foi aprovada pela Secretaria de Estado para iniciar no próximo ano lectivo 2019/2020.
 
A tomada de posse da Comissão Administrativa Provisória (CAP) do Agrupamento de Escolas de Moura, realizou-se ontem, nas instalações da DGEstE.
O Presidente da CAP, Rui Oliveira, explicou à Planície como decorreu o processo. “Foi uma proposta da Direcção Regional em que por vários motivos, como a optimização do espaço da Secundária e até minimizar o problema dos alunos do 7º ano em que a maioria quer transitar para a Secundária. O processo nasceu daí e depois também houve vontade da autarquia de alterar algumas coisas no parque escolar do concelho. O processo foi nascendo e acabou na agregação do Agrupamento e da Secundária”
Em relação aos benefícios Rui Oliveira acrescentou que “à primeira vista a optimização dos recursos, principalmente humanos e colocarmos os alunos do 3º Ciclo todos juntos são os benefícios. A Agregação é uma situação definitiva. A situação de os alunos terem todos aulas nas instalações da Secundária, no futuro isso vai depender do nº de turmas e do nº de alunos. Se houver um nº grande de turmas e de alunos, chega a um momento que não é possível que todos tenham aulas aqui, vai ter haver uma separação. À realidade de hoje, não vai ser fácil, mas vão ficar todos aqui, secundária e 3º Ciclo.”
Para o presidente da autarquia mourense, Álvaro Azedo este processo foi encarado acima de tudo com muita responsabilidade por parte de todos os intervenientes. “Não é um processo fácil, começou há pouco mais de um ano, com muito diálogo, com posições a favor outras que não estavam tanto a favor, mas com o contributo de todos a nossa comunidade escolar deu um passo à frente. Do ponto de vista das instalações escolares, há uma passagem dos jovens estudantes de 3º ciclo para a Secundária.”
O edil mourense sublinhou que “houve uma reunião de trabalho dos dois conselhos gerais, na Câmara Municipal, com técnicos da DGEsT em que se falou de tudo. Falou-se dos nossos problemas, das expectativas e das dificuldades que este processo ia ter. O que é certo é que tanto no conselho geral da EB23 as pessoas votaram a favor assim como no conselho geral da Escola Secundária de Moura.”
Este novo ano lectivo 2019/2020 é o ano de arranque para a agregação do Agrupamento de Escolas e da Secundária de Moura, que vai ter como presidente da CAP, Rui Oliveira e vice presidente Carlos Calhau.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
33 35
13 16
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda