“Bio-Região da Margem Esquerda do Guadiana” hoje em Serpa
Publicado | 2019-06-27 04:39:36
 
No quadro das actividades de preparação da “Bio-Região da Margem Esquerda do Guadiana”, a Câmara Municipal de Serpa, a Associação Rota do Guadiana e o Centro de Competências da Agricultura Biológica e dos Produtos no Modo de Produção Biológico, levam a efeito hoje, uma sessão de trabalho que inclui uma visita ao território de Salvatore Basili, Presidente da Internacional Network of Eco Regions (INER).
 
O presidente da Rota do Guadiana, David Machado, explicou-nos que “a Bio-Região é algo que se tem vindo a ser trabalhado entre a Rota do Guadiana e os cinco municípios da Margem Esquerda do Guadiana, Barrancos, Mourão, Moura, Serpa e Mértola, no sentido de criar e afirmar aqui uma marca internacional que são as Bio-Regiões.”
David Machado acrescentou ainda que “as Bio-Regiões tendem essencialmente a valorizar aquilo que são as produções locais sustentáveis e as produções que são feitas com respeito pelos valores ambientais e mais saudáveis. Existe esta marca internacional, existem várias bio regiões ao nível da Europa. Em Portugal existem algumas que são à escala de um concelho. Esta é a primeira no Alentejo e a primeira em Portugal que abrange 5 municípios.”
O presidente da Rota do Guadiana sublinhou ainda que “existe uma entidade internacional que é a Internacional Network of Eco Regions, que nos honrará com a sua visita. É neste contexto que decorre esta fase preparatória ainda, de contacto com esta entidade internacional que o trabalho tem sido desenvolvido.”
Assim realiza-se hoje uma sessão de trabalho em Serpa, no âmbito do quadro das actividades de preparação da Bio Região da Margem Esquerda do Guadiana.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
21 21
13 10
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda