Foi hoje inaugurada a Casa Fialho de Almeida em Cuba
Publicado | 2019-06-10 16:17:27
 
O Museu Literário “Casa Fialho de Almeida” abriu as portas ao público, pela primeira vez, hoje, 10 de Junho.
 
Localizada no centro da vila de Cuba, a casa que no final do século XIX foi a residência de Fialho de Almeida vai abrir portas ao público, como Museu Literário dedicado à vida e obra do autor.
A casa, conservada e adaptada com o intuito de devolver à memória colectiva o escritor e o seu importante contributo para a literatura portuguesa, apresenta-se agora como Museu Literário “Casa Fialho de Almeida”, assente em três espaços distintos. Naquela que era a área de habitação encontra-se o espaço museológico dedicado às várias esferas da vida pessoal e profissional de Fialho de Almeida, enquanto nos casões adjacentes à casa o foco vai para a ruralidade e para a etnografia, temas recorrentes na escrita do autor. Destaque-se, por exemplo, a existência de uma pequena adega no quintal, com a designação de “País das Uvas”, numa referência à obra de 1946 de Fialho de Almeida. A par destas áreas, a “Casa Fialho de Almeida” tem ainda um espaço reservado para a residência temporária de artistas, que ali queiram permanecer e desenvolver as suas obras.
A cerimónia dea inauguração conta com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Cuba, João Português, da Directora Regional de Cultura do Alentejo, Ana Paula Amendoeira, do Presidente do Turismo do Alentejo e Ribatejo, António Ceia da Silva, e do Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, Roberto Grilo.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
16 16
11 11
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda