ADPM constrói centro de Interpretação e observatório do Lince Ibérico
Publicado | 2019-06-10 10:13:38
 
A Associação Para o Estudo e Defesa do Património Natural e Cultural do Concelho de Mértola (ADPM), tem em curso a construção de um Centro de Interpretação do Lince-ibérico e de um Observatório em S. João dos Caldeireiros, que irá integrar uma rota alusiva ao felino mais ameaçado do mundo.
 
Está ainda  prevista a instalação de uma exposição na Amendoeira da Serra e de um quiosque multimédia em Mértola, constituindo, deste modo, alguns dos atractivos que pretendem convidar à visitação do território. 
Na sequência do Programa Ibérico de reintrodução da espécie no Vale do Guadiana, esta é, actualmente, a única região do País onde esta espécie emblemática ocorre.
Segundo a ADPM esta é “uma iniciativa de valorização e promoção do turismo na região de Mértola e Serpa, assente num conjunto de actividades estruturadas num plano de intervenção que, aproveitando um factor diferenciador local - a presença, única no país, do lince ibérico em liberdade - , permitirá valorizar a oferta turística existente, dando visibilidade a actividades, percursos turísticos, recursos patrimoniais, gastronómicos e culturais, e que se constituem como factor de atracção turística de carácter não sazonal para toda a região.”
“Por Terras do Lince-ibérico” é um projecto promovido pela ADPM, em parceria com a Junta de Freguesia de S. João dos Caldeireiros e Junta de Freguesia de Alcaria Ruiva, com o apoio do ICNF e o cofinanciamento do Programa Valorizar – Valorização Turística do Interior, do Turismo de Portugal.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
21 21
13 10
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda