ADPM constrói centro de Interpretação e observatório do Lince Ibérico
Publicado | 2019-06-10 10:13:38
 
A Associação Para o Estudo e Defesa do Património Natural e Cultural do Concelho de Mértola (ADPM), tem em curso a construção de um Centro de Interpretação do Lince-ibérico e de um Observatório em S. João dos Caldeireiros, que irá integrar uma rota alusiva ao felino mais ameaçado do mundo.
 
Está ainda  prevista a instalação de uma exposição na Amendoeira da Serra e de um quiosque multimédia em Mértola, constituindo, deste modo, alguns dos atractivos que pretendem convidar à visitação do território. 
Na sequência do Programa Ibérico de reintrodução da espécie no Vale do Guadiana, esta é, actualmente, a única região do País onde esta espécie emblemática ocorre.
Segundo a ADPM esta é “uma iniciativa de valorização e promoção do turismo na região de Mértola e Serpa, assente num conjunto de actividades estruturadas num plano de intervenção que, aproveitando um factor diferenciador local - a presença, única no país, do lince ibérico em liberdade - , permitirá valorizar a oferta turística existente, dando visibilidade a actividades, percursos turísticos, recursos patrimoniais, gastronómicos e culturais, e que se constituem como factor de atracção turística de carácter não sazonal para toda a região.”
“Por Terras do Lince-ibérico” é um projecto promovido pela ADPM, em parceria com a Junta de Freguesia de S. João dos Caldeireiros e Junta de Freguesia de Alcaria Ruiva, com o apoio do ICNF e o cofinanciamento do Programa Valorizar – Valorização Turística do Interior, do Turismo de Portugal.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
16 12
8 5
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda