Cabo do Grupo de Forcados de Beja em estado grave após incidente em Moura
Publicado | 2019-05-12 12:31:04
 
O cabo do Grupo de Forcados Amadores de Beja, Miguel Sampaio, encontra-se internado em estado considerado grave e reservado, no hospital Curry Cabral, em Lisboa, após ter sofrido um violento derrote na corrida que se realizou sábado em Moura.
 

Ao realizar a última pega da tarde, segunda do grupo de Beja, o cabo decidiu ir à cara do touro, e este após o encontro com o forcado o touro, da ganadaria do Dr. António Silva, baixou a cara contra o chão, arrastando o forcado dois a três metros, fazendo com que este sofresse um esmagamento, que lhe afectou o fígado, provocando-lhe um forte hematoma e hemorragias.


Miguel Sampaio foi prontamente assistido na enfermaria da praça, sendo transportado de imediato para o Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja, onde foi estabilizado.

Esta manhã, e dado seu estado de saúde, foi heli-transportado para o Hospital Curry Cabral, em Lisboa, onde será observado pela equipa médica chefiada pelo Dr. Eduardo Barroso.


Tal facto foi confirmado o TouroeOuro por um antigo elemento da formação de Beja, que nos salientou que de momento as informações são escassas, sendo que os médicos classificam o estado de saúde de Miguel Sampaio, como muito grave e reservado, sendo que as próximas horas serão fundamentais na sua recuperação.

Fonte: TouroeOuro

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
37 35
20 18
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda