Preço é o principal obstáculo ao consumo de produtos locais
Publicado | 2019-05-02 04:42:56
 
Ainda que os produtos de origem local transmitam confiança, o preço continua a ser visto como um entrave, pelo menos para 72% dos inquiridos portugueses.
 
E é também um dos principais factores que os portugueses têm em conta na hora de fazer compras alimentares (54%), de mobiliário e vestuário (84%). Ainda assim, 52% revelam que estão dispostos a fazer um esforço financeiro suplementar para os adquirirem, entre os 5% e os 10% face a produtos com outra origem
Um dos motivos que parece motivar os consumidores a adquirir produtos de origem local é a confiança, baseada no conhecimento da sua proveniência. Pelo menos para 94% dos inquiridos que consideram que o fabrico nos respectivos países constitui uma garantia, enquanto que 93% partilha desta mesma opinião relativamente a produtos regionais.
Segundo o Observador Cetelen Consumo os europeus são e continuam a ser, cidadãos pragmáticos do ponto de vista socioeconómico. Em todos os inquéritos relativos aos factores que influenciam a aquisição de produtos em cinco sectores de consumo relevantes (vestuário, produtos tecnológicos, alimentação, mobiliário e produtos de higiene e beleza), surgem invariavelmente dois critérios independentemente do tipo de produto: preço e qualidade.
Relativamente aos produtos alimentares e para a grande maioria dos países europeus inquiridos, os critérios de escolha incidem essencialmente no preço (53%), qualidade (51%) e sabor (41%). E os portugueses não são exceção com 62% dos inquiridos a referir o preço, 62% a qualidade (54%) e apenas 30% o sabor.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
14 12
8 5
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda