PCP e CDS com resoluções aprovadas para evitar prejuízos agrícolas causados por javalis
Publicado | 2019-04-29 04:17:35
 
O parlamento aprovou, com os votos contra do PS e do PAN, resoluções do PCP e CDS-PP para que o Governo tome medidas para evitar prejuízos dos agricultores causados pela destruição de culturas por parte de javalis.
 
Das resoluções objecto de votação sobre este tema, foi rejeitada pela esquerda parlamentar e pelo PAN um segundo diploma apresentado pelo CDS-PP para a promoção do consumo de carne de javali.
O deputado eleito por Beja do PCP, João Dias, sublinhou à Planície que “há três ou quatro preocupações que o PCP trouxe para a Assembleia da República, que depois outros partidos vieram um pouco ao encontro e apresentaram as suas propostas.  A verdade é que a população de javalis está descontrolada. Isto é um dado que nos é transmitido por parte dos agricultores, dos produtores, nomeadamente do Norte e Centro, mas nós também sentimos isso a nível do Alentejo. Já tem aparecido javalis em lugares onde não seria previsível, até em praias, como sucedeu em Setúbal.”
O parlamentar acrescentou que “o executivo tem de adoptar uma medida expedita para ressarcimento célere e desburocratizado aos pequenos agricultores pelos prejuízos que sejam causados por javalis. Deve-se promover em breve um estudo sobre a densidade, dimensão e distribuição territorial da população de javalis em território nacional. O Governo, com urgência, deve ainda implementar as necessárias medidas, legislativas ou outras para delinear estratégias para a elaboração de um plano ágil de redução e controlo a longo prazo da população de javalis em território nacional.”
O deputado chamou ainda a atenção para o facto de os javalis poderem transmitir doenças, entre elas a peste suína que já se encontra em Espanha.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
29 30
11 16
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda