Não vai faltar água na torneira dos portugueses para consumo humano
Publicado | 2019-04-23 04:34:00
 
Segundo o Ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes, este ano «não vai faltar água na torneira dos portugueses para consumo humano».
 
Em Lisboa, na Assembleia da República, o Ministro sublinhou a necessidade de se fazer um uso parcimonioso da água para mitigar os efeitos da seca. «Só há uma medida de longo prazo contra a seca: ser mais eficiente no uso da água».
O Ministro reiterou a importância do plano de reaproveitamento de água de esgoto tratada em Estações de Tratamento de Águas Residuais para utilização nos sistemas de rega de jardins, rega agrícola e lavagem de ruas.
«A nossa meta é chegarmos ao ano de 2025 com 10% dos efluentes tratados já em uso e ao ano de 2030 com 20% dos efluentes tratados já em uso», disse.
Sublinhando a diferença entre o consumo humano e o consumo agrícola, o Ministro reiterou que vão ser contratados camiões cisternas para actuarem em caso de ser necessário levar água aos reservatórios de pequenos aglomerados populacionais.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
14 12
8 5
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda