Cortejo Histórico e Etnográfico de Serpa comemora 40 anos
Publicado | 2019-04-19 04:50:03
 
Há precisamente 40 anos, na Páscoa de 1979, saiu pela primeira vez à rua o Cortejo Etnográfico, um dos pontos altos das Festas de Nossa Senhora de Guadalupe, em Serpa.
 
Só mais tarde se associou ao Cortejo a componente histórica, e assim centenas de figurantes a pé e em carros alegóricos recriam a evolução histórica do concelho e mostram os usos e costumes locais, tornou-se um dos pontos altos das festas do concelho. 
Carlos Alves da Câmara Municipal de Serpa explicou à Planície as novidades deste ano “o tradicional Cortejo Histórico e Etnográfico de Serpa, que este ano faz quarenta anos, volta a sair à rua no próximo domingo, dia 21 de Abril. Este ano, a novidade passa pela inclusão de dois novos quadros, nomeadamente os Besteiros do Conto e a Praça de Jorna. No primeiro caso, trata-se de um retrato de uma milícia de Serpa que se destacou durante o Cerco de Portalegre, cujas habilidades foram reconhecidas. No caso da Praça de Jorna, não é novidade no Cortejo. Contudo, o quadro histórico foi reformulado e será certamente mais um carro marcante desta edição.” 
Carlos Alves adiantou ainda que “o Cante Alentejano, Património Cultural Imaterial da Humanidade desde 2014, volta a marcar presença forte nesta iniciativa através da participação de todos os grupos do concelho. A organização é da Câmara Municipal de Serpa e a sua construção e realização, envolve mais de 1000 pessoas, entre trabalhadores da autarquia e outros populares, que durante cerca de seis meses, se disponibilizam para participar.”

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
29 30
11 16
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda