Cimbal quer reforço da verba do PART
Publicado | 2019-04-03 04:19:59
 
A Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo aderiu ao Programa de Apoio à Redução Tarifária, no ano de 2019, nos termos que foram propostos.
 
No entanto atendendo aos objectivos consignados no PART, de combate às externalidades negativas associadas à mobilidade, de ser uma ferramenta de coesão territorial e com um modelo de financiamento que garanta a equidade entre as Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto e o restante território nacional, a CIMBAL entende que “a distribuição de verbas consignada não contribui para o cumprimento desse propósito.” 
Assim a Comunidade Intermunicipal elaborou uma exposição ao Secretário de Estado Adjunto e da Mobilidade em que reclama um reforço substancial da verba do PART para o Baixo Alentejo.
Segundo o comunicado da CIMBAL “a redução dos tarifários suportados pela população deverá ter maior incidência no Baixo Alentejo e um impacto positivo no esforço financeiro das famílias, com os transportes.” 
Tendo em conta que a rede de transportes públicos do Baixo Alentejo é manifestamente deficitária, importa proceder a um substancial reforço da oferta de forma a satisfazer as necessidades básicas de  mobilidade e acessibilidade da população.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
27 27
12 15
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda