Colectivo de Juízes aplicou hoje duas penas de prisão efectivas aos detidos por tráfico de droga pela GNR de Moura
Publicado | 2019-03-08 13:48:39
 
Hoje teve lugar no Tribunal Judicial da Comarca de Beja o acórdão em relação aos indivíduos detidos pela GNR de Moura, através do Núcleo de Investigação Criminal, no passado, dia 6 de Fevereiro pelo crime de tráfico de estupefacientes, nos concelhos de Moura, Barrancos, Aljustrel e Serpa.
 

No âmbito da investigação, que decorria há cerca de um ano, os militares apuraram que os suspeitos se deslocavam a Espanha e ao Algarve para adquirir droga para vender no concelho de Beja.

Foram detidos quatro homens, com idades compreendidas entre os 24 e 66 anos e ainda constituídos arguidos três homens e uma mulher, com idades compreendidas entre os 19 e os 27 anos, pela suspeita da prática do mesmo delito.

Um colectivo de três Juízes, do Tribunal Judicial da Comarca de Beja, determinou hoje a condenação a prisão efectiva de dois indivíduos, um com cinco anos e 6 meses e outro com seis anos e seis meses. Os outros quatro condenados a prisão, com pena suspensa, um com três anos e seis meses, outro com três anos e os dois últimos condenados, um com quatro anos e outro com dois anos e seis meses.

Foram aplicadas penas como tráfico de droga normal. Esta decisão, hoje tomada pelo colectivo de Juízes, está sujeita a recurso.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
30 34
14 13
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda