“Circulo do Silêncio” pelos direitos das mulheres hoje em Beja
Publicado | 2019-02-28 04:59:35
 
A Cáritas Diocesana de Beja leva a efeito hoje pelas 17:30 nas Portas de Mértola o primeiro Circulo de Silêncio de 2019 pelos direitos da mulher.
 
O porta voz da Caritas Diocesana de Beja, Márcio Guerra, adiantou à Planície que “o  circulo de silêncio será pelos Direitos das Mulheres e contra a discriminação de que são alvo, e que pelo simples facto de serem mulher, requer o compromisso de todos para reconhecer a dignidade que merecem. Dignidade que é atacada pelo grande número de situações de violência e abuso em relação às mulheres, contra a discriminação social e de acesso ao emprego, bem como às diferenças salariais, entre outros aspectos e que existem e persistem, em países desenvolvidos e nos países em desenvolvimento.” O Círculo de Silêncio é uma actividade mensal através da qual a Caritas Diocesana de Beja, juntamente com outros parceiros e comunidade, está presente na rua, para tornar público o posicionamento a favor dos direitos de todas as pessoas. Márcio Guerra sublinhou que “ é uma acção que não procura apontar culpados, que tem consciência de que os problemas são globais e complexos, que não alega ter a solução, mas que apela à consciência de todos os que procuram efectivar os direitos de todas as pessoas em áreas tão diversas como: a saúde, habitação, educação, paz, migrar com direitos garantidos, participação.”
O evento conta com a parceria da Câmara Municipal de Beja, Rede Social, Núcleo de Beja da Rede Europeia Anti-Pobreza, Santa Casa da Misericórdia de Beja e a associação Aris da Planicie, Centro Social do Bairro da Esperança, Equipa de Protocolo das Sementes de Vida e o Nucleo de Apoio à vítima de Beja. 
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
19 19
6 8
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda