Incêndio com GNR em Mourão segue para o Ministério Publico
Publicado | 2019-02-26 04:45:31
 
Em Agosto de 2018 cinco militares da GNR sofreram queimaduras num incêndio no concelho de Mourão e que pertenciam à brigada helitransportada do Grupo de Intervenção de Protecção e Socorro (GIPS) da Guarda Nacional Republicana do concelho de Moura, que integrava a equipa do meio aéreo que participava nas operações de combate às chamas.
 
Na altura o ministro Eduardo Cabrita determinou à Inspecção-Geral da Administração Interna (IGAI) a abertura de inquérito para apurar em que circunstâncias ocorreu o acidente.
O relatório final do inquérito agora concluído foi enviado para o Ministério Público com vista ao apuramento de eventual responsabilidade criminal, tendo em conta "as omissões apontadas ao piloto comandante do helicóptero".
Eduardo Cabrita determinou também o arquivamento do processo, conforme proposta da IGAI, "visto não haver legitimação jurídico-substantiva para instaurar aos militares da GNR um processo disciplinar".
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
30 34
14 13
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda