Incêndio com GNR em Mourão segue para o Ministério Publico
Publicado | 2019-02-26 04:45:31
 
Em Agosto de 2018 cinco militares da GNR sofreram queimaduras num incêndio no concelho de Mourão e que pertenciam à brigada helitransportada do Grupo de Intervenção de Protecção e Socorro (GIPS) da Guarda Nacional Republicana do concelho de Moura, que integrava a equipa do meio aéreo que participava nas operações de combate às chamas.
 
Na altura o ministro Eduardo Cabrita determinou à Inspecção-Geral da Administração Interna (IGAI) a abertura de inquérito para apurar em que circunstâncias ocorreu o acidente.
O relatório final do inquérito agora concluído foi enviado para o Ministério Público com vista ao apuramento de eventual responsabilidade criminal, tendo em conta "as omissões apontadas ao piloto comandante do helicóptero".
Eduardo Cabrita determinou também o arquivamento do processo, conforme proposta da IGAI, "visto não haver legitimação jurídico-substantiva para instaurar aos militares da GNR um processo disciplinar".
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
17 16
8 7
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda