INE aponta para menos azeitona em ano de contrassafra
Publicado | 2019-02-21 04:08:25
 
As previsões agrícolas, em 31 de Janeiro, apontam para uma diminuição significativa da produção de azeitona para azeite (-20% face à campanha anterior), com cargas muito heterogéneas nos olivais tradicionais de sequeiro e rendimentos em azeite mais baixos.
 
Segundo os dados do INE o mês de Janeiro “caracterizou-se, em termos meteorológicos, como normal em termos de temperatura e muito seco
quanto à precipitação. O valor médio da quantidade de precipitação, 57,3mm, correspondeu a cerca de metade da normal (1971-2000), situação que, de acordo com o índice PDSI1, contribuiu para o surgimento da classe de seca
meteorológica moderada (94% do território continental encontrava-se, no final de Janeiro, em seca meteorológica moderada ou fraca). Em relação às temperaturas, de assinalar a ocorrência, durante a primeira quinzena, de
temperaturas mínimas muito inferiores ao normal, com a consequente formação de geada nos locais mais abrigados.”
O relatório do INE agora publicado adianta que  “a colheita da azeitona está praticamente terminada, confirmando-se um atraso significativo na maturação face ao habitual, efeito das condições meteorológicas adversas, que ocasionaram um início de ciclo demorado e uma suspensão do amadurecimento dos frutos no período das ondas de calor de agosto. Após uma campanha com um máximo histórico de produção, os olivais tradicionais de sequeiro apresentaram uma carga de frutos heterogénea (ano de contrassafra), prevendo-se que globalmente se registe um decréscimo de 20% na produção de azeitona para azeite.”
De referir que, apesar da instalação significativa de novos olivais intensivos e semi-intensivos (responsáveis pelo facto de, desde 2009, a produção não baixar das 400 mil toneladas), com maior controlo sanitário e fisiológico, continua a ser bem evidente a alternância anual de produção.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
12 13
5 3
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda