Alentejo vai ter “Transporte a Pedido” Moura está incluída no projecto
Publicado | 2019-02-12 04:42:45
 
O projecto transporte a pedido é um serviço prestado pelas autarquias que será realizado por um táxi.
 
O presidente da Câmara Municipal de Moura, Álvaro Azedo, explicou à Planície que “este projecto destina-se a todas as pessoas com dificuldades de mobilidade ou outras e tem como objectivo aumentar a cobertura da rede de transportes colectivos, proporcionando uma oferta em áreas e/ou períodos do dia em que não existam rotas de autocarros ou que a abrangência da região seja deficitária.” 

O edil mourense sublinhou que “a autarquia encontra-se a definir as rotas, reunindo depois com os taxistas, que são os parceiros neste projecto. Esta oferta de transportes mais flexível, com custos acessíveis e que vai melhorar as condições de mobilidade da população, especialmente nas áreas rurais, tem o apoio da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo.” 
Álvaro Azedo acrescentou que quando tudo estiver definido será então comunicado à população este novo serviço.

Entretanto Reguengos de Monsaraz vai, hoje, avançar com o projecto piloto Transporte a Pedido em que qualquer trajecto na área da freguesia de Reguengos  tem um custo de 1,20 euros. O transporte inicia-se com seis paragens pré-definidas dentro da cidade, uma na Caridade e outra nas Perolivas, que podem ser pontos de entrada ou de saída dos passageiros, pois os táxis não vão recolher as pessoas a casa.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
14 12
8 5
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda