CDU acusa o PS pela falta de médicos no concelho de Moura
Publicado | 2019-01-21 04:48:18
 
Segundo um comunicado da Comissão Concelhia de Moura do PCP na reunião realizada no passado dia 17 deste mês.
 
Foram abordadas as problemáticas da saúde, têm sido alvo de tomadas de posição, posicionamento e reivindicações por parte desta concelhia. 

Bruno Monteiro, da comissão concelhia de Moura do PCP, salientou à Planície que “há um desinvestimento que o Governo PS tem feito no interior do País. Esta situação existente no concelho de Moura referente à inexistência de médicos de família é o espelho do interior. Há um desinvestimento de tal maneira grave, que chegamos a este ponto. Não nos podemos esconder atrás de concursos e mais concursos que depois ficam desertos. Não podemos querer que as pessoas permaneçam no interior do País e depois não lhes damos condições.”  

O comunicado sublinha que  “a principal preocupação prende-se com a falta de médico nas extensões de saúde de Póvoa de S. Miguel, Santo Amador e Estrela, cujos utentes estão sem médico de família há seis meses e do Sobral da Adiça, que ficou sem médico no princípio de Setembro. 

Para além disto, ainda existem utentes em Moura que, sendo doentes dos médicos que se deslocavam às extensões de saúde referidas, também ficaram sem médico de família.

Esta falta de profissionais causa graves transtornos aos utentes daquelas aldeias que se encontram privados do acesso regular a um clínico, mas também nos serviços em geral uma vez que sobrecarrega os clínicos em funções.” 

Bruno Monteiro adianta ainda que “no nosso concelho só as freguesias da cidade e Amareleja é que têm medico de família neste momento, todas as outras não tem, por isso achamos que nós não contamos. Não nos podemos lembrar das populações só nas eleições. As populações das freguesias rurais tem os mesmos direitos que as outras.

O PCP continuará a denunciar, a exigir mais e melhor saúde, a defender o Serviço Nacional de Saúde e a propor a política alternativa que sirva os interesses das populações e do país.”
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 25
8 8
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda