Especialistas internacionais em viagem gastronómica dedicada ao Azeite do Alentejo
Publicado | 2018-12-06 04:30:35
 
A Cooperativa Agrícola de Moura e Barrancos recebeu ontem, chefs de restaurantes premiados pelo Guia Michelin, degustadores de azeite e críticos gastronómicos que estão a participar numa viagem gastronómica na região do Alentejo, que foi responsável por 78% do azeite produzido em Portugal na campanha de 2017/2018.
 
Esta acção foi organizada pelo Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo (Cepaal), para «dar a conhecer o azeite do Alentejo no seu estado puro e como ingrediente essencial da dieta mediterrânica». A iniciativa contemplou visitas a olivais e lagares, provas de azeite e degustação de pratos, inspirados e harmonizados com os azeites do Alentejo, à semelhança do que aconteceu na edição anterior.  

Os 12 participantes na viagem gastronómica são oriundos de cinco mercados estratégicos para o Azeite do Alentejo: Brasil, Estados Unidos da América, Canadá, Dinamarca e Suécia. Da lista fazem parte Geovane Carneiro (braço direito de Alex Atala e chef executivo do restaurante brasileiro D.O.M. – duas estrelas Michelin), Ian Doyle (headchef no restaurante Oaxen Krog, na Suécia, que ostenta igualmente duas estrelas Michelin), Emanuel Tärnqvist (chef do restaurante sueco Alöe, com uma estrela Michelin), Jeff O’Neill (chef do restaurante dinamarquês Substans, com uma estrela Michelin) e Curtis Cord (norte-americano, sommelier profissional de azeites, editor do portal Olive Oil Times e também presidente do conceituado concurso mundial New York International Olive Oil Competition).
A Planície acompanhou a visita à Cooperativa, e falou com o chef Geovane Carneiro que sublinhou a grande experiência que lhe foi proporcionada com o contacto ao azeite e a sua fabricação. “ Só o facto de estar aqui, já é uma grande experiência. O azeite para mim para finalizar pratos é essencial. Esta visita é muito importante para mim, é a primeira vez que estou aqui. Esta região é muito legal. Um bom azeite valoriza um prato em 100%.”

Geovane Carneiro está à frente do primeiro restaurante brasileiro a conquistar 2 estrelas Michelin. É natural da Bahia e é o responsável pelas encomendas e verificação da qualidade dos ingredientes.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
14 16
6 6
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda