Câmara de Moura já pagou toda a dívida às Juntas de Freguesia
Publicado | 2018-11-26 04:21:36
 
Realizou-se na última quarta-feira, 21 de Novembro, na Sala de Sessões dos Paços do Concelho, a reunião ordinária da Câmara Municipal de Moura.
 
De entre os assuntos da ordem do dia, destaque para a aprovação por maioria, com 4 votos a favor dos eleitos do PS e 3 votos contra dos eleitos da CDU, dos acordos de cooperação com as Juntas de Freguesia do concelho. Assim em 2019 as Freguesias irão receber, no âmbito destes acordos, um total de 82.188,20 euros. 

Sobre este assunto, Álvaro Azedo, presidente da autarquia, informou que já se encontra regularizada toda a dívida que o Município tinha para com as Juntas. 

Relativamente aos acordos de execução entre a Câmara Municipal e as Juntas de Freguesia foram aprovados por unanimidade.
Em relação a esta matéria, a Comissão Política Concelhia do PS/Moura, em nota de imprensa, destaca o pagamento da totalidade das dívidas pela Câmara Municipal de Moura deixadas pelos executivos CDU. Rui Apolinário, do PS Moura, sublinhou à Planície que “a CDU tenta deturpar os factos, pois com o executivo PS as verbas transferidas para as Freguesias obedecem a critérios previamente definidos; nos acordos firmados, pelo Executivo PS, houve em 2018 um aumento de 42% relativamente aos valores praticados no último ano de mandato CDU; mais 100.000,00€ em relação aos acordos estabelecidos com a CDU no poder; Com as alterações introduzidas para 2019 as juntas receberão mais 65% do que receberam no último ano de mandato da CDU; Mais 160.000,00€ em relação aos valores acordados com a CDU no poder; Desde que este executivo tomou posse, não só foram pagos todos os valores referentes aos acordos firmados para 2018, como foi paga a dívida de 121.000,00€, e que chegou a ser de 221.000,00€, herdada do executivo anterior.” 

Rui Apolinário acrescentou ainda que “ a Câmara nada deve às Freguesias, promessa cumprida apenas com um ano de mandato, por proposta do executivo PS foram transferidas mais competências para as Freguesias, logo mais dinheiro para as executar e por ultimo o executivo PS não estabelecerá acordos que resultem em acumulação de dívida com as Freguesias, como fizeram os executivos CDU”.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
14 16
6 6
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda