Pequena agricultura é um segmento muito esquecido
Publicado | 2018-11-23 04:35:44
 
Portugal abriu 50 novos mercados para 190 produtos agrícolas. O Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, destacou que nos últimos três anos Portugal abriu 50 novos mercados para 190 produtos agrícolas.
 
Em Castelo Branco, durante uma das sessões comemorativas do Centenário do Ministério da Agricultura, o Ministro salientou que, estão ainda em negociação mais 50 mercados para 200 produtos diferentes.

Capoulas Santos referiu que, a agricultura está muito diferente do que era há 100 anos e mesmo do que era antes da integração europeia: «É um sector que se requalificou, que se soube reestruturar. É óbvio que tivemos apoios financeiros continuados. Tivemos, depois da adesão europeia, políticas continuadas independentemente da mudança dos governos. A trave mestra da Política Agrícola Comum (PAC) manteve-se».

O Ministro aproveitou o tema da Política Agrícola Comum para afirmar que a pequena agricultura «é um segmento muito esquecido», considerando ser «fundamental para a coesão social e territorial do País», devendo «coexistir com a agricultura competitiva e empresarial», só podendo subsistir «se for positivamente discriminada». O governante disse ainda que o regadio e as florestas são outras áreas prioritárias para este Governo. «A água e o regadio são fundamentais para os desafios que temos pela frente, as alterações climáticas e a necessidade de aumentar o nosso auto abastecimento e até de promover as exportações».
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
14 16
6 6
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda