Centro Infantil Nª Sra. do Carmo - Distinguido com o Selo Protector
Publicado | 2018-10-11 05:28:07
 
O Centro Infantil Nª Srª do Carmo em Moura foi distinguido com o Selo Protector.
 
Esta iniciativa foi lançada  este ano, pela Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Protecção das Crianças e Jovens (CNPDPCJ), certa de que os seus objectivos apenas serão alcançáveis através de uma estreita colaboração entre as diferentes entidades locais com responsabilidade social, em particular aquelas que trabalham com crianças ou jovens ou com as suas famílias.

A Directora Técnica do Centro, Isabel Félix, sublinhou à Planície que esta distinção vem premiar todo o trabalho desenvolvido pela instituição, mostrando-se muito contente por ver reconhecida toda a envolvência em prol da protecção das crianças. Isabel Félix explicou que o Selo Protector “pretende distinguir as instituições que se destaquem por assumir a promoção e a protecção das crianças e jovens como um valor fundamental e elemento determinante das suas opções de funcionamento. 

O projecto constitui-se como um sistema integrado de gestão do risco e perigo e representa uma oportunidade de autodiagnóstico e capacitação dirigida às Entidades com Competência em Matéria de Infância e Juventude (ECMIJ).

“Porque as crianças são a razão de ser do Centro Infantil Nossa Senhora do Carmo (CINSC), em resposta ao apelo que nos foi dirigido pela Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Moura (CPCJ), e contando com o seu apoio, candidatámo-nos a esta distinção. Foi, por isso, com grande alegria que recebemos a informação de que o Selo Protector foi atribuído ao CINSC, uma vez que o projecto apresentado demonstrou intencionalidade preventiva na protecção e defesa dos direitos humanos das crianças e jovens, respondendo de modo muito positivo aos requisitos exigidos.

O processo de candidatura levou-nos à avaliação, revisão e consciencialização da importância do trabalho desenvolvido por e para cada uma das criança que passam por esta escola. É, pois, motivo de orgulho receber esta distinção, mas, acima de tudo, sentimo-la como uma enorme responsabilidade de continuar este caminho e fazer cada vez mais e melhor.”
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
24 25
14 14
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda