Otites e infecções das crianças em tempo de praia podem ser prevenidas
Publicado | 2018-08-08 04:14:19
 
Em época balnear, a protecção auditiva tem um papel central, sobretudo nos mais novos.
 
Com a chegada do verão e das férias, as idas à praia são uma realidade para a maioria das crianças e com essa realidade, chega também a necessidade de se tomarem medidas para garantir a protecção auditiva dos mais novos e, assim, prevenir otites e infecções.

Dulce Martins Paiva, directora-geral da GAES - Centros Auditivos em Portugal, explica que “a maioria das pessoas sabe que a entrada de água pressurizada nos ouvidos, além do desconforto, pode originar otites. Contudo, existem outros problemas como o aparecimento de germes e bactérias, muito prováveis quando conjugados factores como a humidade e as altas temperaturas, e que resultam em infecções nos ouvidos.”

Dulce Martins Paiva alerta que “a prevenção é fundamental, pelo que é recomendável a utilização de protectores auditivos para a água. Existem soluções personalizadas que se adaptam ao canal auditivo fechando-o na sua totalidade, evitando assim a entrada da água.”
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
36 36
16 18
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda