Risco máximo de incêndios em alguns concelhos do distrito de Beja
Publicado | 2018-07-20 16:15:07
 
No seguimento do contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) realizado hoje, 20 de Julho, no Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), prevê temperatura máxima a variar entre 30 e 35ºC no interior e entre 24 e 26ºC no litoral, prevendo-se uma ligeira subida em especial no sábado e na segunda-feira.
 

Humidade Relativa do Ar (HRA) entre 20 e 30% nas regiões do interior e do Algarve, com franca recuperação nocturna na generalidade do território. Estas condições configuram índices de risco de incêndio muito elevado a máximo no distrito de Faro e em alguns concelhos dos distritos de Castelo Branco, Portalegre, Santarém e Beja.

A ANPC recorda algumas medidas preventivas como: Realização de queimadas, de fogueiras para recreio ou lazer, ou para confecção de alimentos; Utilização de equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confecção de alimentos; Queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração; O lançamento de balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes; Fumar ou fazer lume de qualquer tipo nos espaços florestais e vias que os circundem; A fumigação ou desinfestação em apiários com fumigadores que não estejam equipados com dispositivos de retenção de faúlhas.

A ANPC recorda, ainda alguns cuidados especiais a ter, face às condições meteorológicas previstas, na realização de trabalhos agrícolas e florestais, nomeadamente: Manter as máquinas e equipamentos limpos de óleos e poeiras; Abastecer as máquinas a frio e em local com pouca vegetação; Ter cuidado com as faíscas durante o seu manuseamento, evitando a sua utilização nos períodos de maior calor.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
18 18
10 7
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda