Risco máximo de incêndios em alguns concelhos do distrito de Beja
Publicado | 2018-07-20 16:15:07
 
No seguimento do contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) realizado hoje, 20 de Julho, no Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), prevê temperatura máxima a variar entre 30 e 35ºC no interior e entre 24 e 26ºC no litoral, prevendo-se uma ligeira subida em especial no sábado e na segunda-feira.
 

Humidade Relativa do Ar (HRA) entre 20 e 30% nas regiões do interior e do Algarve, com franca recuperação nocturna na generalidade do território. Estas condições configuram índices de risco de incêndio muito elevado a máximo no distrito de Faro e em alguns concelhos dos distritos de Castelo Branco, Portalegre, Santarém e Beja.

A ANPC recorda algumas medidas preventivas como: Realização de queimadas, de fogueiras para recreio ou lazer, ou para confecção de alimentos; Utilização de equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confecção de alimentos; Queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração; O lançamento de balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes; Fumar ou fazer lume de qualquer tipo nos espaços florestais e vias que os circundem; A fumigação ou desinfestação em apiários com fumigadores que não estejam equipados com dispositivos de retenção de faúlhas.

A ANPC recorda, ainda alguns cuidados especiais a ter, face às condições meteorológicas previstas, na realização de trabalhos agrícolas e florestais, nomeadamente: Manter as máquinas e equipamentos limpos de óleos e poeiras; Abastecer as máquinas a frio e em local com pouca vegetação; Ter cuidado com as faíscas durante o seu manuseamento, evitando a sua utilização nos períodos de maior calor.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
38 36
20 19
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda